Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Agosto, 2009

AS PALAVRAS

As palavras

São como um cristal,
as palavras.
Algumas, um punhal,
um incêndio.
Outras,
orvalho apenas.

Secretas vêm, cheias de memória.
Inseguras navegam:
barcos ou beijos,
as águas estremecem.

Desamparadas, inocentes,
leves.
Tecidas são de luz
e são a noite.
E mesmo pálidas
verdes paraísos lembram ainda.

Quem as escuta? Quem
as recolhe, assim,
cruéis, desfeitas,
nas suas conchas puras?

Eugénio de Andrade

Read Full Post »

Livros

“O Mundo” de Juan José Milás

images – leitura em curso de uma escrita fluída em tom psicanalítico.

Registos apelativos, do ponto de vista estritamente pesoal, que ao reflectirem a criatividade do pensamento expresso na linguagem, de simplicidade aparente, lançam o desafio à  escrita/ leitor/escritor.

Alguns registos:

“Quanto ao rosto, não perdera a expressão de perplexidade da infância. Continuava a transmitir a impressão de estar habitada por alguém com quem talvez não tivesse chegado a um acordo.” (110)

 

“Então compreendi subitamente que uma pessoa se apaixona pelo habitante secreto da pessoa amada,, que a pessoa amada é o veículo de outras presenças de que ela nem sequer tem consciência.” (120)

“Consegui deter milagrosamente o pranto à altura do peito. Ainda continua aí.” (163)

” …que eu ultrapassava com a mesma facilidade com que a caneta desliza pela folha de papel num desses dias felizes em que temos a impressão de escrever como se nos estivesse a ser ditado. Escrever bem pressupõe escrever como se nos estivesse a ser ditado por aquela parte de nós que permanece dentro do delírio quando a outra sai dele para comunicar com os outros ou para ganhar a vida.”

“O Silêncio de Um Homem Só” de Manuel Jorge Marmelo – concluído com falta de entusiasmo.

“13 gotas ao deitar” de Alice Vieira, Catarina Fonseca, Leonor Xavier, Luísa Beltrão, Rita Ferro e Rosa Lobato Farias – leitura escorreita de férias.

Read Full Post »

Verão e leituras

“Jesusalém” – Mia Couto

A ficar na memória, tal como vários outros livros deste autor.

A criatividade infinita nas palavras dos lugares, das pessoas, dos cheiros e das cores.

Read Full Post »